CLUBE DE

VINHOS

Este mês


Black

 

 

Herdade De São Miguel Pé De Mãe 2016

Casa Agrícola Alexandre Relvas, Alentejo, Portugal (Cantu R$ 350).

AD 94 pontos

Tinto composto de uvas 90% Trincadeira, 5% Castelão e 5% Aragonês, cultivadas em solos argilo-xistosos sem irrigação (vinhedo de sequeiro) e fermentadas com leveduras indígenas, sendo 20% em cachos inteiros. Antes de ser engarrafado o vinho estagia 18 meses em tonéis de carvalho de 5 mil litros. Refinado e elegante, alia pureza de fruta vermelha e deliciosa sensação de mineralidade, com taninos de ótima textura e vibrante acidez, mostrando sem receios o lado de ervas frescas da Trincadeira. Dê tempo a ele na taça, para realmente mostrar a que veio. Álcool 13,5%. EM

Conde De Valdemar Gran Reserva 2008

Bodegas Valdemar, Rioja, Espanha (Mistral R$ 405)..

AD 93 pontos

Tinto composto de 90% Tempranillo e 10% Mazuelo, com estágio de 24 meses em barricas de carvalho. Um ótimo exemplo do estilo clássico de Rioja, em que as notas de couro, de tabaco e de especiarias doces envolvem as frutas vermelhas maduras e em compota, tudo sustentado por taninos firmes e aveludados. Tem final persistente e elegante, com toques de ervas secas e de cerejas. Álcool 13,5%. EM



Platinum

 

 

 

Casas Del Bosque Gran Reserva Syrah 2016

Casas del Bosque, Casablanca, Chile (Domno R$ 147).

DES 93 pontos AD 92 pontos

Tinto elaborado exclusivamente a partir de uvas Syrah, com estagio de 11 meses em barricas de carvalho, sendo 65% novas. De boa tipicidade, mostra notas defumadas e de especiarias picantes escoltando suas frutas negras, além de toques florais e de ervas. Suculento, tem ótimos taninos, gostosa acidez e final cheio e persistente, com toques minerais e de carne. Álcool 14%. EM

Herdade Do Rocim Amphora Tinto 2017

Herdade do Rocim, Alentejo, Portugal (World Wine R$ 238).

AD 92 pontos

TTinto composto de Moreto, Tinta Grossa, Trincadeira e Aragonez, com fermentação espontânea em talhas de barro, com os engaços. O resultado da utilização desse método de vinificação ancestral no Alentejo é um vinho fresco, vertical, gostoso de beber, impressionando pela textura de taninos e pela refrescante acidez. Tem final persistente, com toques salinos, de ervas e de ameixas. Álcool 12%. EM

Mouton Cadet Réserve Saint-Emilion 2016

Baron Philppe de Rothschild, Bordeaux, França (Devinum R$ 215).

AD 91 pontos

T

Tinto composto de 85% Merlot, 14% Cabernet Franc e 1% Cabernet Sauvignon, com estágio em barricas de carvalho. Mostra ameixas e cassis acompanhados de notas florais, de café e de especiarias doces. De médio corpo e de boa tipicidade, tem acidez na medida, taninos finos e final persistente, com toques de frutas negras e de grafite. Álcool 13%. EM



Gran Gold

 

 

 

Porta Dos Cavaleiros Tinto 2012

Caves São João, Dão, Portugal (Vinci R$ 93).

AD 91 pontos

lTinto composto de 45% Touriga Nacional, 35% Tinta Roriz e 20% Alfrocheiro, com estágio de 20% do vinho em barricas de carvalho francês. Dão de carteirinha, mostra frutas vermelhas e negras de perfil mais fresco, acompanhadas de notas florais e de ervas secas, além de toques de couro e de especiarias. Tenso, tem ótima acidez, taninos de grãos finos e final agradável, com toques terrosos. Álcool 12,5%. EM

Château La Mondette 2016

Univitis , Bordeaux, França (Adega Alentejana R$ 120).

AD 90 pontos

Blend de Merlot e Cabernet Sauvignon de Bordeaux (Castillon), com muita fruta aparente, com destaque para as cerejas. Tanto no nariz quanto na boca é muito vibrante, mostrando boa acidez e taninos jovens, mas bem domados. Um vinho que ganha com a gastronomia. Álcool 13%. DP 

Lungarotti Sangiovese 2016

Lungarotti, Umbria, Itália (Mistral R$ 138).

AD 90 pontos

Tinto elaborado exclusivamente a partir de Sangiovese, sem passagem por madeira. Esbanja cerejas e groselhas acompanhadas de notas florais, terrosas e de ervas, que se confirmam na boca. Vibrante, fresco e cheio de fruta, tem acidez pulsante e taninos cheios de textura, que pedem a companhia de comida, de preferência massas ao molho de tomate. Definitivamente, um vinho para a mesa. Álcool 13%. EM



Brancos

 

 

 

Esporão 2 Castas 2017

Esporão, Alentejo, Portugal (Qualimpor R$ 112).

AD 90 pontos

Para produzir esse vinho, os enólogos da vinícola Esporão devem buscar a cada ano as duas castas que melhor se complementam. Em 2017, as escolhidas foram a Viosinho e a Alvarinho. Complexo nos aromas, mostra frutas cítricas e brancas acompanhadas de notas florais e herbáceas. Na boca, tem acidez refrescante, textura cremosa e final médio e cativante, com toques salinos, de limão e de pêssego. Álcool 14%. EM

La Vieille Ferme Blanc 2017

Perrin e Fils, Rhône, França (World Wine R$ 89).

AD 89 pontos

Branco composto de Bourboulenc, Grenache Blanc, Ugni Blanc e Rolle, sem passagem por madeira. Cativante e sedutor, mostra aromas de frutas brancas e de caroço envoltas por notas florais e de ervas, além de toques de frutos secos. Refrescante e fácil de agradar, tem ótima acidez, gostosa textura e final médio/longo, com toques salinos e cítricos. Álcool 12,5%. EM

Talamonti Trebì 2017

Talamonti, Abruzzo, Itália (Winebrands R$ 80).

AD 89 pontos

Da casta Trebbiano d’ Abruzzo sem passagem por madeira, este vinho apresenta coloração palha claro com nuances esverdeadas. Um branco bastante frutado, onde se sobressai o aroma de maçã acompanhado de toques de maracujá. Sua refrescância no nariz nos convida a tomá-lo. Na boca, a fruta se espalha com acidez equilibrada e sua persistência mantém as frutas vivas a cada gole. Álcool 12,5%. CM



Gold

 

 

 

Cancelão Reserva 2014

Adega Vila Real, Douro, Portugal (Conceito Português R$ 95).

AD 90 pontos

Tinto produzido a partir das castas Tinta Barroca, Tinta Roriz, Touriga Franca e Touriga Nacional. Apresenta corpo jovem, coloração violácea e traz ao nariz notas de frutas maduras envoltas por agradável perfume floral. Em boca, confirma sua característica frutada, com boa fluidez, taninos macios e final persistente. Um vinho de boa estrutura, que pede para ir à mesa. Álcool 13%. FGK

Le Casine Chianti 2016

Castellani, Toscana, Itália (Cantu R$ 80).

AD 90 pontos

TTinto composto de 89% Sangiovese e 11% Canaiolo, com estágio de 6 meses em barris de carvalho. De boa tipicidade, mostra cerejas e groselhas acompanhadas de notas florais, de ervas secas e de especiarias, que se confirmam no palato. De estilo mais tradicional e gastronômico por natureza, tem taninos marcantes, acidez refrescante e final suculento, que pede a companhia de massas ao molho tipo ragu. Álcool 12,5%. EM

 

Salton Domenico Campanha Marselan Tannat 2016

Salton, Campanha Gaúcha, Brasil (R$ 90).

Une a fruta e frescor da Marselan (76%) com a estrutura da Tannat (24%). Esta última passa por madeira, ao passo que a Marselan é vinificada em tanque de aço inoxidável e aí fica a 13 graus, esperando a hora do blend. Fruta vermelha, um toque rústico da Tannat, boa untuosidade da madeira nova e medicinal à boldo. Álcool 12,50%. CB



Silver

 

 

 

Emiliana Cabernet Sauvignon 2016

Emiliana, Vale Central, Chile (La Pastina R$ 48).

AD 88 pontos

Tinto elaborado a partir de Cabernet Sauvignon, sem passagem por madeira. Muito frutado, mostra as características da cepa como notas de ervas, de especiarias, de cassis e de ameixas, que se confirmam no palato. Fácil de entender e de agradar, tem taninos macios, gostosa acidez e final agradável, pedindo mais um gole. Versátil, pode ser servido como aperitivo ou na companhia de embutidos em geral. Álcool 13,5%. EM

Quinta De Bons-Ventos Tinto 2017

Casa Santos Lima, Lisboa, Portugal (Cantu R$ 42).

AD 88 pontos

Casa Santos Lima, Lisboa, Portugal (Cantu R$ 42). Tinto composto de Touriga Nacional, Castelão, Camarate e Tinta Miúda, com estágio entre 3 e 4 meses em carvalho. Sempre consistente, é cativante e gostoso de beber, motra frutas vermelhas e negras como ameixas e framboesas seguidas por notas terrosas, especiadas, florais e de ervas. Na boca, é redondo e frutado, tem taninos macios, ótima acidez e final médio e agradável. Álcool 13%. EM

Robles Del Sur Tannat 2015

Varela Zarranz, Canelones, Uruguai (Obra Prima R$ 60).

AD 88 pontos

Tinto elaborado exclusivamente a partir de Tannat, sem passagem por madeira. Carnudo e de médio corpo, mostra ameixas e amoras escoltadas por notas florais, de ervas e de especiarias doces, que também aparecem no palato. Tem gostosa acidez, taninos de boa textura e final agradável, que exige um bom naco de carne grelhada. Álcool 12,5%. EM


Revista Adega e INNER Editora


A revista ADEGA é a maior revista de vinhos do Brasil. Em 10 anos de vida degustamos dezenas de milhares de vinhos para indicar os melhores mensalmente a nossos leitores. Há um ano resolvemos ir além e criar o Clube ADEGA, o verdadeiro clube de cultura do vinho. Seguindo nosso compromisso editorial, nossos degustadores não prestam consultoria ou trabalham em importadoras, lojas ou produtores. Tudo para assegurar nossa independência e isenção na escolha dos melhores vinhos.


Pagamento Seguro

Sua conexão com nosso site é encriptada e autenticada por Let's Encrypt Authority X3 com troca de chave ECDHE_RSA usando AES 128 GCM via TLS 1.2. Os dados de cartão de crédito são transportados encriptados com chaves RSA 2048-bits e não ficam armazenados no site para garantir a segurança de suas transações.

Alguma Dúvida?


Selecionamos só os melhores

Seguindo nosso compromisso editorial, nossos degustadores não prestam consultoria ou trabalham em importadoras, lojas ou produtores. Tudo para assegurar nossa independência e isenção na escolha dos melhores vinhos.

Concierge Clube Adega

Estamos à disposição para atendê-lo por telefone:

(11) 3876-8200

(das 9:00 às 18:00) ou por e-mail: concierge@clubeadega.com.br